5 erros comuns de remodelação de casas-de-banho a evitar

shutterstock_102169537

Fazer remodelações ou acrescentar algo à casa é um dos processos mais entusiasmantes e criativos que pode realizar com a ajuda de empreiteiros. Mas, com essa grande responsabilidade, vem a pressão de tomar decisões que vão influir na remodelação de casa, fundamentadas que perdurem décadas. Como se pode certificar que obtém o design de interiores ideal para o seu estilo de vida, se mantém dentro do seu orçamento e aumenta o retorno do seu investimento? Comece com um grande design para todos os espaços da casa – incluindo (ou especialmente) a casa de banho, se achar melhor contrate empresas de design de interiores para o ajudar.

As casas de banho, sejam elas pequenas ou grandes, devem ser sempre bem pensadas, cuidadosamente localizadas e a sua funcionalidade deve ter em conta utilizadores de várias faixas etárias. Já lá vai o tempo em que havia apenas uma casa de banho para três quartos numa casa e todos os seus habitantes tinham de a utilizar. As casas de banho de hoje têm de ser bonitas, ocupar o espaço de modo eficiente e ser funcional para os seus utilizadores. Evitar os erros de design de interiores comuns indicados em baixo vão ajudá-lo a sentir-se mais feliz com as remodelações na sua casa de banho por um longo período de tempo.

1. Sem vista para o exterior

shutterstock_48175339

 

Ninguém gosta de uma casa de banho escura, húmida e com má circulação — não é divertido passar tempo num espaço assim. Se está em remodelações, tente colocá-la num local com uma parede exterior e que tenha janelas. Contudo, se as janelas não forem opção, pode sempre instalar umas claraboias que permitam a circulação de ar e a entrada de luz natural necessários para dar ao espaço um ar mais confortável. A melhor forma é contratar empreiteiros que o ajudem com as obras em casa.

2. Estar bem visível. 

shutterstock_218175391

Existem projectos de remodelação de casa no qual o design de interiores inclui uma casa de banho na sala de jantar – mais parece um conflito de interesses não é? Sempre que possível, evite construir a casa de banho num local que seja visível para quem saia de espaços públicos da casa, tal como a cozinha, a sala de estar ou a sala de jantar. Se precisar de ajuda com a melhor localização da mesma, consulte empresas de design de interiores.

Isto não quer dizer necessariamente que só a pode construir num corredor comprido, mas tente criar uma separação para quebrar a linha de visão. A última coisa que deseja, no final das remodelações, é estar confortavelmente sentado na sua sala de estar com um copo do vinho na mão e a olhar diretamente para a sanita da sua casa de banho.

 

3. Deixar a sanita bem evidenciada.

shutterstock_83695471

Durante uma remodelação de casa, evite fazer da sanita a primeira coisa que vê, seja ao entrar na casa de banho, seja ao estar noutros espaços da casa adjacentes à casa de banho. Coloque a sanita e o poliban num espaço próprio e deixe o lavatório separado. Assim uma pessoa pode estar a tomar banho enquanto a outra pode despachar-se no lavatório. Numa planta de casa de banho deste género a parede que divide os dois espaços só acrescenta alguns centímetros ao tamanho total da casa de banho e duplica a funcionalidade do espaço.

4. Entusiasmo por polibans.

shutterstock_322152017

Uma base de banho concede à casa de banho o aspecto de ser maior e mais limpa – além de que é muito prática para proprietários mais idosos, uma vez que adere facilmente aos princípios de design de interiores universal. Esta aparência é muito fácil de se adquirir numa nova casa de banho ou remodelação de casa – só tem de mencionar com antecedência aos seus empreiteiros de construção civil antes de começar a construção.

5. Pensar que grande é sinónimo de melhor.

shutterstock_22198354

Isso mesmo: maior não é melhor, melhor é que é melhor. Quer esteja em remodelações de uma enorme casa de banho principal na sua casa de sonho ou a tentar descobrir uma forma de arranjar espaço para pôr mais uma casa de banho para melhor servir a sua família que não pára de aumentar, o mais importante é que tenha um bom design de interiores que seja mais adequado ao seu estilo de vida específico.

A verdade é que um bom design de interiores não tem tanto a ver com a aparência da casa de banho (apesar de ser sempre bom quando ela é fantástica) mas sim com a sua funcionalidade. Um bom design de interiores significa ter uma casa que funciona melhor, ter menos custos nas remodelações, é mais eficiente em termos de manutenção e que lhe permita ter mais por menos.